8.5.10

Venho por este meio colocar uma questão que me está a inquietar e que passo a descrever: hoje mesmo fui a uma loja, onde fui atendido por um funcionário que tinha um "cravo" na mão. Com a compra que fiz, a passagem de dinheiro de mão para mão, e o possível contacto a questão que coloco é a seguinte: há alguma possibilidade de por este tipo de contacto eu vir a ter cravos no futuro? Ou qualquer outra doença? Pois não sei o que constitui o "cravo" em si.....se é pele, se são secrecões do nosso organismo ou não. Creio que a pessoa não estava a sangrar, mas há o risco de contágio de alguma doença mais grave?

 

 

As verrugas vulgares são lesões de origem viral, por HPV's (human papiloma virus), que têm um potencial de contágio, embora este esteja muito relacionado com a susceptibilidade individual de cada pessoa, e desenvolver lesões.

O contacto directo ou indirecto, através de objectos, pode ser o meio de transmissão e daí a importância do tratamento das lesões numa fase tão precoce quanto possível.

Quanto a riscos de desenvolvimento de outras patologias ou complicações este é inexistente nestes casos.

Temas: ,
link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 15:44  ver comentários (1) comentar

1.6.09

Há uns tempos apareceu-me um pontinho branco no lábio. Fiquei um pouco preocupada pois no meu órgão sexual também apareceu um ponto branco e como receava que tivesse HPV fui à minha ginecologista que me disse para estar descansada que não era, mas sim um pêlo encravado e que por isso tinha formado um quistozinho e por isso receitou-me Fucidine. Não lhe quis perguntar a nível do lábio pois, acho que não é bem a área dela. Por isso queria perguntar-lhe o que acha o que é (bem sei que só vendo é que pode dizer) e o que me aconselha a fazer, se devo consultar um dermatologista.

É realmente complicado responder-lhe à sua dúvida sem ver a lesão. Os lábios podem serpalco do aparecimento também de lesões virais por HPV (em geral de serotipos diferentes dos HPV genitais) mas contêm também uma série de estruturas locais, nomeadamente glândulas sebáceas, que podem sofrer um aumento e mimar ditas lesões virais. Neste caso particular penso que deverá ser observada para lhe ser dada uma resposta e um provável tratamento imediato à lesão.

Temas:
link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 08:20  comentar


 



Neste espaço vocacionado para a Dermatologia e a Dermocosmetologia tentarão ser dadas respostas tão esclarecedoras quanto possível a dúvidas sobre doenças de pele ou alternativas terapêuticas nesta área, sempre e quando forem objectivas e se enquadrem neste âmbito, não funcionando como ferramenta de diagnóstico ou sugestão terapêutica específica em cada caso individual que, na esmagadora maioria das situações, carecem de uma avaliação pessoal.

Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Dematologia e Dermocosmetologia. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: dermatologia@sapo.pt
Dr. Miguel Trincheiras


Licenciado em Medicina pela Universidade de Liège- Bélgica.
Especialista em Dermatologia e Venereologia pelos Hospitais Civis de Lisboa (H. Desterro) com o título de Assistente Graduado, tendo sido director do Serviço de Dermatologia do Hospital Reynaldo dos Santos até 2006.
Membro de várias sociedades nacionais e internacionais de Dermatologia e Dermocosmetologia.
Dedica actualmente a sua actividade clínica, no regime de medicina privada, em grande parte à Dermatologia Cirúrgica, Lasers e Dermocosmetologia entre Lisboa e em Espanha.



Contacto:
GO-Clinic
Ed. Atrium Saldanha
Pç. Duque de Saldanha, 1-8ºD
1050-094 Lisboa
Tel.: 218435920
E-mail: dermatologia@sapo.pt

Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


blogs SAPO