11.1.11

Tenho 49 anos e, há alguns anos,comecei a ter rugas à volta da boca e penso que deve ser de fumar. Gostaria de resolver isto e já me disseram que o poderia fazer através de Botox. É o que aconselha também?


O envelhecimento da área peri-bucal é dos mais frequentes, particularmente no sexo feminino, podendo originar uma série de rugas entre as quais as conhecidas rugas verticais do lábio superior (código de barras), as linhas dos ângulos labiais para o queixo (linhas de marionete) e a acentuação dos sulcos naso-labiais (rugas de Flintstone).

A abordagem deste complexo deve ser realizada em função da existência ou não de vários destes componentes, a textura subjacente da pele, eventuais alterações pigmentares locais, etc..

A toxina botulínica (Botox) pode ser usada em muito baixa dose sobretudo no código de barras mas deve sempre ser acompanhada de outros procedimentos como o laser de CO2 fraccionado seguido de peeling com ácido tricloroacético, materiais de preenchimento à base de ácido hialurónico ou radiofrequência para conferir um aspecto regular e homogéneo à pele nesta área anatómica.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 09:51  comentar

18.8.09

Tenho 30 anos e tenho olheiras escuras e profundas, factor congénito. Gostaria de saber se há tratamento para as ditas olheiras, através de laser ou por outras técnicas.

 

As olheiras podem ter uma origem melânica (por hiperpigmentação das pálpebras que é tradicionalmente uma característica congénita e muitas vezes hereditâria) ou ter por origem uma estase sanguínea no plexo vascular palpebral que se torna visível de forma transcutânea , assumindo uma tonalidade violácea.

A forma de abordagem das 2 situações é essencialmente diferente com a tentativa de despigmentação da pele no primeiro caso e pela aplicação de descongestionantes palpebrais, aplicação de alguns materiais de preenchimento localmente ou mesmo a realização de laser de CO2 fraccionado para estimular um ligeiro espessamento cutâneo  e assim tornar menos visível, à transparência, o plexo venoso de tom violáceo.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 09:03  ver comentários (3) comentar

2.6.09

Venho por este meio expôr três preocupações minhas e pedir-lhe alguns conselhos. Tenho 23 anos e pele fina e frágil. Tenho desde os meus 12 anos estrias no peito, braços, ancas, coxas, e gostaria de saber se existe tratamento para eliminar de vez com estrias brancas. 

 

Respondendo à sua questão por partes vejamos:

A pele fina e frágil é uma característica sua e, dificilmente lhe consegue alterar as características, embora localmente se possa induzir de várias formas uma maior produção de colagénio que lhe dará mais firmeza à pele.

 

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 08:23  comentar

17.5.09
Tenho cicatrizes, algumas profundas, devido ao acne. Gostaria de saber se existe algum creme que poderá ajudar a atenuar estas cicatrizes provenientes do acne.

 

 

A resposta muito directa é não. As cicatrizes atróficas de acne são um desafio grande à terapêutica e só se conseguem resultados bons com técnicas realtivamente intervencionistas como a dermabrasão mecânica e o laser de CO2 (resurfacing ou fraccionado) seguido ou não de peelings com ác. tricloroacético (nomeadamente o Blue Peel) na tentativa de renivelar estas áreas deprimidas.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 09:47  comentar

28.4.09
Sou homem e tenho 41 anos e bastantes marcas de acne na face, parecem buracos, já li que é possivel tirar estas marcas com laser.
É possivel e como funciona ? Que outras técnicas existem?

 

 

É verdade que as cicatrizes atróficas de acne são um desafio terapêutico difícil mas com o aparecimento de técnicas cada vez mais eficazes pode dizer-se que, hoje em dia, já é possível melhorar muito o aspecto de tão inestéticas marcas.

 

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 17:36  ver comentários (1) comentar


 



Neste espaço vocacionado para a Dermatologia e a Dermocosmetologia tentarão ser dadas respostas tão esclarecedoras quanto possível a dúvidas sobre doenças de pele ou alternativas terapêuticas nesta área, sempre e quando forem objectivas e se enquadrem neste âmbito, não funcionando como ferramenta de diagnóstico ou sugestão terapêutica específica em cada caso individual que, na esmagadora maioria das situações, carecem de uma avaliação pessoal.

Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Dematologia e Dermocosmetologia. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: dermatologia@sapo.pt
Dr. Miguel Trincheiras


Licenciado em Medicina pela Universidade de Liège- Bélgica.
Especialista em Dermatologia e Venereologia pelos Hospitais Civis de Lisboa (H. Desterro) com o título de Assistente Graduado, tendo sido director do Serviço de Dermatologia do Hospital Reynaldo dos Santos até 2006.
Membro de várias sociedades nacionais e internacionais de Dermatologia e Dermocosmetologia.
Dedica actualmente a sua actividade clínica, no regime de medicina privada, em grande parte à Dermatologia Cirúrgica, Lasers e Dermocosmetologia entre Lisboa e em Espanha.



Contacto:
GO-Clinic
Ed. Atrium Saldanha
Pç. Duque de Saldanha, 1-8ºD
1050-094 Lisboa
Tel.: 218435920
E-mail: dermatologia@sapo.pt

Novembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


blogs SAPO