28.6.09
Gostava de saber qual a profilaxia para um"Hailey-Hailey"

 

 

Antes de mais precisar que esta doença é rara, geneticamente transmitida segundo um padrão dominante (cerca de metade da descendência pode ser afectada), designando-se também por pênfigo familiar benigno.

As lesões vesiculosas e descamativas com graus de maceração variáveis surgem habitualmente nas áreas de fricção (base pescoço, axilas, virilhas, ...) e podem tornar-se bastante dolorosas e incomodativas, sendo frequentemente mal odorantes.

 

Embora as fases de remissão possam ser  longas e a patologia tenda a melhorar com o avançar dos anos, é necessário tratar as fases de agudização que reagem bem, de uma maneira geral, ao tratamento com antibióticos e corticóides tópicos. Por vezes é necessária fazer prevenção de surtos deherpes tratando concomitantemente com aciclovir.

O tratamento com radioterapia superficial é descrito com bons resultados a longo prazo, assim como uma série de medicamentos sistémicos (dapsona, talidomida, metrotrexato, PUVA,...) mas por vezes é necessário recorrer à destruição com laser de CO2 das áreas afectadas ou mesmo proceder à sua remoção seguida da colocação de enxerto cutâneo.

Em termos diários, uma boa higiene local e o uso de loções adstringentes nas áreas das pregas deveriam prevenir muitas das agudizações da patologia. 

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 08:40  comentar

 
Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Dematologia e Dermocosmetologia. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: dermatologia@sapo.pt
Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19

21
22
24
25
26
27

29


blogs SAPO