28.6.09
Tenho a pele extremamente oleosa.Já usei varios leites de limpeza e hidratantes mas nao tenho tido bons resultados. Todos os produtos que adquiro supostamente não têm óleo mas nao resultam.Gostaria de saber se existe alguma marca em especifico que me aconselhasse.

 

 

Os produtos cosméticos não corrigem o excesso de oleosidade que a pele produz mas antes tentam camuflar o mesmo através de partículas adstringentes e matificantes (é este tipo de cremes que deve procurar e, como entenderá, não lhe vou propor nenhuma marca especificamente).

Há situações, no entanto, que podem beneficiar da toma de comprimidos com suplementos de "curcubita pepo" ou mesmo fazer baixas doses de retinóides para diminuir drasticamente esta produção sebácea.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 09:55  comentar

Desde muito nova que sofro de herpes na face sempre no mesmo local, antigamente aparecia-me apenas uma ou duas vezes por ano, mas ultimamente tem rebentado todos os meses, causadas pelo sol, pelo frio, pelo stress. Já me disseram que não tem tratamento, costumo passar as pomadas, gelo, e tentar não mexer muito, mas é muito incómodo, inestético e doloroso. Gostava que me pudesse aconselhar algo!

 

De facto os herpesvírus uma vez infectando um indivíduo, permanecem em estado de "adormecimento" nas raízes dorsais das raízes nervosas e, aquando de uma baixa temporária da imunidade ou de agressão cutânea (sol, frio, secura, ...) voltam a replicar-se e a dar origem a um novo surto herpético, habitualmente sempre na área sensitiva que a determinada raiz inerva.

Quando as crises se tornam muito repetitivas (está grosseiramente estipulado que assim é quando a sua frequência é superior a 1 crise de 2 em 2 meses), deverá ser feita terapêutica supressiva com antivirais (aciclovir ou valaciclovir) em baixa dose mas de forma continuada durante vários meses.

É evidente que as medidas locais de proteção solar e hidratação devem sempre ser mantidas e aquando de uma crise e a medicação anti-viral deve ser iniciada precocemente. Localmente só devem ser aplicados solutos inertes, para evitar qualquer tipo de sensibilização, do tipo do éter ou sulfato de zinco a 2%.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 09:03  comentar

Gostava de saber qual a profilaxia para um"Hailey-Hailey"

 

 

Antes de mais precisar que esta doença é rara, geneticamente transmitida segundo um padrão dominante (cerca de metade da descendência pode ser afectada), designando-se também por pênfigo familiar benigno.

As lesões vesiculosas e descamativas com graus de maceração variáveis surgem habitualmente nas áreas de fricção (base pescoço, axilas, virilhas, ...) e podem tornar-se bastante dolorosas e incomodativas, sendo frequentemente mal odorantes.

 

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 08:40  comentar

 
Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Dematologia e Dermocosmetologia. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: dermatologia@sapo.pt
Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19

21
22
24
25
26
27

29


subscrever feeds
blogs SAPO