6.4.09

Tenho 37 anos e desde os 33 anos, aquando da minha separação conjugal, confronto-me com o problema de excesso de transpiração e mau odor nos pés, excesso de suor também no rosto, problema este que me deixa com a auto estima muito baixa, fujo dos amigos, colegas de trabalho,etc.  

Com base em algumas investigações, já tentei combater com sabonetes anti-bacteriais, cremes anti-fungicos, terapias de relaxamento(leituras,pensamentos positivos…) e nada de melhorias,gostaria de saber se têm alguma dica pra me ajudar, pois estou desesperada. 

 

 A bromidrose (transpiração com mau odor), tem origem nalgumas zonas do corpo onde estão presentes um tipo especial de glândulas sudoríparas, as de tipo "apócrino". 

  

São estas localizações as axilas, virilhas, região peri-anal e aréolas mamárias. Os pés, embora contenham apenas glândulas écrinas, também são afectados pelo problema do mau odor por acção de decomposição bacteriana da queratina macerada (proteína da pele) ao contrário dos outros locais atrás citados, em que esta degradação incide sobre os restos de membranas celulares transportadas com o suor.

É, pois, natural que o controlo desta bromidrose se tenha que fazer não só através da diminuição da produção de suor mas também pela redução da flora bacteriana da pele. Os sais de alumínio apenas reduzem a secreção écrina mas podem ajudar a melhorar as condições locais para diminuir a colonização bacteriana assim como antsépticos locais. Em ultima instância pode ser realizada a excisão ou curetagem dérmica da axila (onde se encontram estas glândulas) que, de forma habitual, tem bastante bons resultados.

Uma coisa é certa, o tratamento destes pacientes tem de ser feito sob pena de desenvolverem problemas psicológicos e relacionais importantes (bromidrosofobia).

  

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 16:29  comentar

De Nick a 4 de Abril de 2011 às 14:50
A melhor solução é a utilização de desodorizantes que actuam na origem do mau odor criando um ambiente desfavorável à reprodução das brom-bactérias. Um deles é Lavilin.

De rui sousa a 1 de Outubro de 2012 às 23:37
Boa tarde,
Gostaria de Vos dar a conhecer a mais recente NOVIDADE MUNDIAL no combate ao ODOR CORPORAL: DeoWear - O Desodorizante que se veste. Tratam-se de filtros produzidos em nanofibra que quando afixados no interior da roupa, na zona das axilas, capturam e eliminam as moléculas de odor corporal responsáveis pelo cheiro a suor. É a alternativa eficaz aos desodorizantes tradicionais porquanto actuam durante mais de 48 horas com a mesma eficácia, não contém químicos, sem cheiros, inerte, hipo-alérgicos e amigos do ambiente.
Os filtros não perdem a sua eficácia no tempo, ou seja, podem ser usados até ao fim de vida da roupa em que são colocados.
Mais informações (técnicas) em www.deowear.pt.

De Markus a 8 de Dezembro de 2014 às 14:13
Todas pessoas que têm bromidrose usaram e não reslveu Na verdade as bactérias que causam odor estão localizadas na parte média do folículo piloso, são: S. coagulases negativas( S. epidermidis) e bactérias do gênero Corynebacterium, fórmulas caseiras e coisas naturais não resolvem!

 



Neste espaço vocacionado para a Dermatologia e a Dermocosmetologia tentarão ser dadas respostas tão esclarecedoras quanto possível a dúvidas sobre doenças de pele ou alternativas terapêuticas nesta área, sempre e quando forem objectivas e se enquadrem neste âmbito, não funcionando como ferramenta de diagnóstico ou sugestão terapêutica específica em cada caso individual que, na esmagadora maioria das situações, carecem de uma avaliação pessoal.

Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Dematologia e Dermocosmetologia. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: dermatologia@sapo.pt
Dr. Miguel Trincheiras


Licenciado em Medicina pela Universidade de Liège- Bélgica.
Especialista em Dermatologia e Venereologia pelos Hospitais Civis de Lisboa (H. Desterro) com o título de Assistente Graduado, tendo sido director do Serviço de Dermatologia do Hospital Reynaldo dos Santos até 2006.
Membro de várias sociedades nacionais e internacionais de Dermatologia e Dermocosmetologia.
Dedica actualmente a sua actividade clínica, no regime de medicina privada, em grande parte à Dermatologia Cirúrgica, Lasers e Dermocosmetologia entre Lisboa e em Espanha.



Contacto:
GO-Clinic
Ed. Atrium Saldanha
Pç. Duque de Saldanha, 1-8ºD
1050-094 Lisboa
Tel.: 218435920
E-mail: dermatologia@sapo.pt

Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
18

19
20
22
24
25

26
27
29


blogs SAPO