7.7.09

Na época do calor ganho umas bolhas pequenas com liquido incolor debaixo da pele das mãos, elas rebentam, sai uma camada de pele, e debaixo da camada de pele que fica a descoberto volta a aparecer novamente as bolhinhas. Sinto um constante formigueiro na pele das mãos, apesar de não ser intenso é constante.
Ás vezes chego a ganhar pequenas feridas.
No entanto quando vem o frio este sintoma desaparece por completo.

 

O quadro que descreve é designado por desidrose ou eczema desidrótico das mãos ou frequentemente palmo-plantar. Pensa-se que advém da retenção de pequenas gotículas de suor nas camadas mais superficiais da epiderme às quais o  nosso organismo reage como sendo um corpo estranho aí retido, pelo desencadear de uma reacção eczematiforme. É por isso recorrente e aparece essencialmente nos períodos mais quentes. O seu tratamento é sintomático em fase de crise com aplicação de cremes corticóides tópicos, devendo ser feita a hidratação das mãos e pés com cremes ligeiramente queratolíticos (com ureia por exemplo) para evitar a retenção das ditas gotículas de suor.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 10:49  comentar

De Vanessa Ferreira a 9 de Março de 2012 às 17:17
boa tarde. o meu marido tem um eczema desidrótico, no qual custa muito a curar, a minha questão é: não existe uma medicação via oral? porquê a pergunta!!! é que só cura se estiver sem fazer nada, mas quando começa a trabalhar evolui drasticamente, numa semana já aparece as bolhinhas.... e como não esta fácil para estar em casa ou seja precisa de trabalhar e o que ele faz não dá para estar constantemente a por creme no qual ele já põem de manha e à noite um sos que lhe foi receitado por um médico e é à base de cortisona no qual ele quer evitar!
Não à outra medicação, vacinas ou medicamento via oral?

De Maria a 8 de Abril de 2012 às 14:14
Cara Vanessa,

Em 2009 fui a 4 dermatologistas (muito bem considerados) para resolver a questão do eczema desidrótico e também de dermatite perioral.

Nenhum o resolveu.

Gastei mais de 400€ em consultas e outros 200€ em medicamentos (pomadas, comprimidos,etc). O tratamento funcionava enquanto tomava os comprimidos e colocava as pomadas mas depois reaparecia tudo em força. Cheguei a ficar muitíssimo pior, com todos os dedos de ambas as mãos (à excepção do mindinho) cheios de bolhas que coçava durante a noite enquanto dormia (chegava a acordar tal era a comichão). Ao fim de meses, dermatologistas e medicamentos estava com as mãos num estado deplorável (tinha de dizer à pessoa que cumprimentava que aquilo não se pegava) e a dermatite já alastrava à volta do nariz.

Informei-me na net e fiz tudo ao contrário do que os dermatologistas diziam: mergulhava uma agulha em alcóol, picava as bolhas e espremia o líquido. A comichão desapareceu e ficou um pouco melhor. Pelo menos já não acordava a meio da noite.

Dentro do azar, tive a sorte de ter um problema nas costas e tive de tomar Valium. Qual o meu espanto quando dois dias depois a dermatite perioral começou a desaparecer e o eczema a melhorar.

Descobri por mero acaso que tudo isto vem de um quadro de ansiedade generalizada que se trata fácilmente com ansiolíticos. E não existe um único dermatologista que saiba isto!

Desde esta descoberta que tenho mantido a situação sobre controlo com Kainever (ansiolítico). Experimente tomar 1 inteiro à noite durante uns dias (2 ou 3), depois passe para 1/2 e a seguir para 1/4.

Podem existir alturas em que nem sequer vai precisar de tomar nada, é uma questão de ir controlando a situação com a dose mínima que conseguir.

Ah, e vá rebentando as bolhas como expliquei em cima (não se esqueça de mergulhar a agulha em alcóol)

 



Neste espaço vocacionado para a Dermatologia e a Dermocosmetologia tentarão ser dadas respostas tão esclarecedoras quanto possível a dúvidas sobre doenças de pele ou alternativas terapêuticas nesta área, sempre e quando forem objectivas e se enquadrem neste âmbito, não funcionando como ferramenta de diagnóstico ou sugestão terapêutica específica em cada caso individual que, na esmagadora maioria das situações, carecem de uma avaliação pessoal.

Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Dematologia e Dermocosmetologia. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: dermatologia@sapo.pt
Dr. Miguel Trincheiras


Licenciado em Medicina pela Universidade de Liège- Bélgica.
Especialista em Dermatologia e Venereologia pelos Hospitais Civis de Lisboa (H. Desterro) com o título de Assistente Graduado, tendo sido director do Serviço de Dermatologia do Hospital Reynaldo dos Santos até 2006.
Membro de várias sociedades nacionais e internacionais de Dermatologia e Dermocosmetologia.
Dedica actualmente a sua actividade clínica, no regime de medicina privada, em grande parte à Dermatologia Cirúrgica, Lasers e Dermocosmetologia entre Lisboa e em Espanha.



Contacto:
GO-Clinic
Ed. Atrium Saldanha
Pç. Duque de Saldanha, 1-8ºD
1050-094 Lisboa
Tel.: 218435920
E-mail: dermatologia@sapo.pt

Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
15
17

19
20
21
23
24
25

26
27
28
31


blogs SAPO