10.7.09

De vez em a pele dos meus pés fica como que "furada",e com aspecto mais espesso, tenho eu 34 anos, ja tenho este problema desde os 16 anos, usando cremes como quadriderm, a pele normaliza, mas acaba por voltar.

 

Este aspecto da pele da região plantar é muito típico e esta dermatose denomina-se queratólise exfoliativa plantar sendo originada pela infecção cutânea por uma bactéria (corinebactéria) que, pela degradação que faz das proteínas da pele, origina frequentemente um odor desagradável. É facilitada pela maceração da pele dos pés aquando do uso de calçado oclusivo (ténis, botas, ...) e trata-se de forma muito simples lavando os pés com antisépticos, aplicando localmente adstringentes e um antibiótico em pó ou loção ao deitar, durante alguns dias.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 06:56  ver comentários (2) comentar

7.7.09
Estou a pensar em fazer algumas sessões de solário. Gostaria que me esclarecesse acerca desde assunto, pois estou com um pouco de receio.

 

 

O solário recorre ao uso de radiação ultra-violeta (sobretudo UVA) para estimular a pigmentação cutânea. Esta mesma pigmentação é, por si só, sinal de que a pele foi agredida e se "defendeu" contra essa agressão produzindo pigmento. Embora este seja um fenómeno natural e fisiológico o facto é que com a exposição sucessiva da pele à RUV esta tende a envelhecer precocemente, particularmente as peles mais claras, e a desenvolver e acumular erros do material genético que, mais tarde, podem dar origem a lesões malignas cutâneas.

Não assumindo uma postura fundamentalista, desaconselhá-la-ia a fazer solário de uma forma regular mas penso que se o fizer para ganhar uma pigmentação progressiva da pele em período pré-férias e de forma ocasional, não será particularmente preocupante.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 11:46  comentar

Tenho 21 anos e sou alérgica a picadas de insectos. Infelizmente, não sei se por essa razão ou por outra, aparecem-me com muita frequência borbulhas pelo corpo, principalmente nas zonas mais exposta como pernas e braços, resultantes de picadas que acabam sempre por dar origem a pequenas cicatrizes. Gostaria de saber se existe alguma intervenção ou tratamento que possa fazer para dissimular ou até mesmo eliminar estas marcas.

 

 

O mais frequente nesta situação não é a "alergia" mas sim uma reactividade cutânea exagerada às picadas de insecto, designada por estrófulo.

Se a reacção inflamatória é muito violenta pode, de facto, originar lesões cicatriciais residuais embora isso seja pouco frequente. A abordagem de ditas cicatrizes será sempre feita em função do tipo de lesão residual em causa e tendo sempre em consideração a hiperrreactividade cutânea do paciente.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 11:02  comentar

Na época do calor ganho umas bolhas pequenas com liquido incolor debaixo da pele das mãos, elas rebentam, sai uma camada de pele, e debaixo da camada de pele que fica a descoberto volta a aparecer novamente as bolhinhas. Sinto um constante formigueiro na pele das mãos, apesar de não ser intenso é constante.
Ás vezes chego a ganhar pequenas feridas.
No entanto quando vem o frio este sintoma desaparece por completo.

 

O quadro que descreve é designado por desidrose ou eczema desidrótico das mãos ou frequentemente palmo-plantar. Pensa-se que advém da retenção de pequenas gotículas de suor nas camadas mais superficiais da epiderme às quais o  nosso organismo reage como sendo um corpo estranho aí retido, pelo desencadear de uma reacção eczematiforme. É por isso recorrente e aparece essencialmente nos períodos mais quentes. O seu tratamento é sintomático em fase de crise com aplicação de cremes corticóides tópicos, devendo ser feita a hidratação das mãos e pés com cremes ligeiramente queratolíticos (com ureia por exemplo) para evitar a retenção das ditas gotículas de suor.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 10:49  ver comentários (2) comentar

Fui mãe a um mês e meio. Pretendia saber se estando a amamentar se posso utilizar auto bronzeador?

 

Como poderá ver numa rubrica recente sobre auto-bronzeadores, estes limitam-se a oxidar a queratina superficialmente e, como tal, não existe risco para o bébé. Desaconselho-a no entanto a proceder à aplicação na região mamária por razões óbvias.

link do postPor dermatologiaedermocosmetologia, às 10:33  ver comentários (1) comentar

 



Neste espaço vocacionado para a Dermatologia e a Dermocosmetologia tentarão ser dadas respostas tão esclarecedoras quanto possível a dúvidas sobre doenças de pele ou alternativas terapêuticas nesta área, sempre e quando forem objectivas e se enquadrem neste âmbito, não funcionando como ferramenta de diagnóstico ou sugestão terapêutica específica em cada caso individual que, na esmagadora maioria das situações, carecem de uma avaliação pessoal.

Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Dematologia e Dermocosmetologia. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: dermatologia@sapo.pt
Dr. Miguel Trincheiras


Licenciado em Medicina pela Universidade de Liège- Bélgica.
Especialista em Dermatologia e Venereologia pelos Hospitais Civis de Lisboa (H. Desterro) com o título de Assistente Graduado, tendo sido director do Serviço de Dermatologia do Hospital Reynaldo dos Santos até 2006.
Membro de várias sociedades nacionais e internacionais de Dermatologia e Dermocosmetologia.
Dedica actualmente a sua actividade clínica, no regime de medicina privada, em grande parte à Dermatologia Cirúrgica, Lasers e Dermocosmetologia entre Lisboa e em Espanha.



Contacto:
GO-Clinic
Ed. Atrium Saldanha
Pç. Duque de Saldanha, 1-8ºD
1050-094 Lisboa
Tel.: 218435920
E-mail: dermatologia@sapo.pt

Julho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
15
17

19
20
21
23
24
25

26
27
28
31


subscrever feeds
blogs SAPO